Timidez e Fobia Social  | Mapa do Site
Fobia Social
Timidez e Fobia Social Home - informação e ajuda.

Timidez e Fobia Social - Artigos | Resgate do Passado - Romance
Timidez e Fobia Social - Links | Newsletter  | Glossário
Timidez: O que é? Eu Tenho isso? Diagnóstico Perguntas Freqüentes Encontre Ajuda Consulta com Profissional
Fobia Social: O que é? Eu Tenho isso? Diagnóstico Perguntas Freqüentes Encontre Ajuda Consulta com Profissional



Busca avançada
Cadastre-se para receber GRATUITAMENTE a Newsletter Timidez e Ansiedade Social.

Clique Aqui Para Se
Cadastrar


Clique Aqui Para Se
Descadastrar



     Artigos


Básicos
Fobia Social
Fobia Social e Timidez
Timidez



Glossário de Termos


medicamentos na fobia social




Ação dos Medicamentos na Ansiedade Social / Fobia Social e na Timidez

Ruy Miranda
Vencer a Timidez e a Ansiedade Social

O mecanismo de ação dos medicamentos na Fobia Social / Ansiedade Social e na Timidez é controverso. Existe alguma unidade nas explicações dos hipotéticos mecanismos de ação dos antidepressivos. Por isso vou me deter em algumas considerações sobre eles.

Depois de ler o artigo sobre a abordagem neurofisiológica, você pode deduzir o que acontece com o uso dos medicamentos:

-- Se o medicamento atua onde está o defeito, será eficaz; em caso contrário, ineficaz.
-- Se o medicamento é usado na dosagem adequada, poderá ser eficaz; em sub-dosagem, ineficaz.
-- Qualquer dos medicamentos já citados em outro artigo pode atuar em mais de um desses defeitos sem que saibamos.
-- Associação de medicamentos possibilita alcançar o maior número de sítios com defeitos.

Neurotransmissores, Depressão, Fobias

Serotonina, noradrenalina – Essas duas substâncias aparecem como neurotransmissores em sinapses de regiões do cérebro envolvidas com o estado de alerta. É possível que outros neutransmisores também desempenhem papel importante, mas as evidências mais fortes apontam para estas duas. A serotonina se acha no centro das HIPÓTESES mais difundidas em vários transtornos emocionais e do comportamento. Exemplos:

-- nas depressões, estaria diminuída nos espaços sinápticos;
-- nas fobias estaria igualmente diminuída nos espaços sinápticos.

Bomba de recaptação da serotonina – Este nome pomposo não se refere a nenhum motor que empurra e tampouco turbina que suga. Refere-se simplesmente a poros na membrana do neurônio proximal que permite a passagem seletiva de serotonina do espaço sináptico para seu interior. Esses poros são importantes na regulação da quantidade de serotonina no espaço sináptico. Um mecanismo desconhecido determina fluxo de serotonina de volta para o interior do neurônio proximal.

Algumas substâncias AGIRIAM impedindo ou reduzindo esse retorno ou recaptação, o que elevaria os níveis de serotonina nos espaços sinápticos, em certas regiões do cérebro. O resultado seria a correção de distorções na mensagem que o sinal químico dá ao neurônio distal. Essas substâncias seriam, então, úteis em casos de depressões e fobias.

Noradrenalina – Os mecanismos de produção, regulação, ação, e metabolização da noradrenalina nas sinapses são pouco conhecidos. Contudo, é aceito que o seu tempo de ação no neurônio distal e a sua quantidade disponível no espaço sináptico são importantes para a condução correta ou incorreta do sinal. Desta maneira, a inibição de sua reabsorção ou o prolongamento do seu tempo de ação modulariam seus efeitos nas sinapses.

Devo destacar que a noradrenalina e também produzida pela glândula suprarenal para agir em outras partes do organismo e gerar vários efeitos diferentes.

Há evidências de que a serotonina e a noradrenalina agem de maneira integrada no cérebro.

Como eu disse acima, é possível que outyros neurotransmissores estejam envolvidos na condução desses estímulos, mas, no presente, as evidências apontam para a serotoninina e a noradrenalina. Você pode imaginar que se o neurônio produz outros neurotransmissores, existem outras bombs de recaptação e poros seletivos.

Medicamentos

As drogas mais usadas para o Transotorno da Ansiedade Social são os antidepressivos, ansiolíticos, e betabloqueadores. Desses três, os antidepressivos são considerados os mais eficazes. Os antideressivos são considerados medicamentos de primeira linha para a Ansiedade Social. Na segunda linha estão os ansiolíticos e os betabloqueadores.

Antidepressivos – Os antidepressivos estão em três grupos principais:

*Os chamados "modernos" antidepressivos.
*Os inibidores da mono amino oxidase (IMAO).
*Os tricíclicos.

Os chamados antidepressivos "modernos" constituídos, por exemplo, pela sertralina, fluoxetina, paroxetina, venlafaxinat, INIBIRIAM a recaptação da serotonina. E com isso elevariam sua quantidade na sinapse. O citalopram ESTIMULARIA OS RECEPTORES no neurônio distal, e com isso aumentaria sua "sensibilidade" aos neurotransmissores.

Os inibidores da mono amino oxidase (IMAO) inibiriam uma enzima chamada monoamino oxidase. Essa enzima desativa a noradrenalina logo que o sinal chega ao neurônio distal. A inibição dessa enzima produziria aumento de noradrenalina no espaço sináptico ou prolongamento do seu tempo de ação, corrigindo eventuais distorções na mensagem.

Os tricíclicos (assim chamados porque a estrutura química planar deles lembra três círculos interconectados) AUMENTARIAM a atividade da serotonina e da noradrenalina. Esta é uma explicação vaga – nós não sabemos o que é "aumentar a atividade".

Outros, como mirtazipina, aumentariam a sensibilidde de alguns receptores da noradrenalina e da serotonina e ao mesmo tempo, bloqueariam outros. Já a reboxetina inibiria a recaptação de noradrenalina, resultando em efeito semelhante ao dos IMAO, sem os riscos que estes apresentam.

Os antidepressivos corrigiriam a percepção distorcida de ameaça em lugares e situações em que não não risco verdadeiro.

Associações de antidepressivos – Alguns psiquiatras associam certos antidepressivos em pacientes com depressão e/ou Ansiedade Social. Essa prática, além de perigosa, não tem, ainda, amparo em estudos controlados.

Atenção! Não se pode associar recaptadores de serotonina ou outros antidepressivos com inibidores da monoaminooxidase.

Ansiolíticos – Os mais usados são os benzodiazepínicos. Os mecanismos de ação deles são ainda mais misteriosos do que os relatados para antidepressivos. Parece que, usados isoladamente, não dão resultados satisfatórios.

Contudo, o alprazolan é usado isoladamente (não associado) por muitos psiquiatras. Esta droga foi a primeira a produzir bons resultados nos ensaios sobre Transtornos do Pânico muitos anos atrás. Apesar das crises de pânico na Ansiedade Social terem base diferente das crises de pânico no Transtorno do Pânico, o alprazolan é o medicamento de escolha de muitos psiquiatras.

Betabloqueadores – eles bloqueiam os receptores beta-adrenérgicos, isto é, bloqueiam alguns receptores no neurônio distal que são ativados pela noradrenalina. Parece que agem indiretamente nas crises de ansiedade, isto é, reduzem a intensidade das crises pela redução dos sinais e sintomas periféricos. Exemplo: ao produzirem redução da freqüência dos batimentos cardíacos, da sudorese e dos tremores, reduzem a sensação de ansiedade.

As hipóteses sobre a ação dos neurotransmissores indicam que associações de princípios ativos que agem na bomba de recaptação de serotonina e nos receptores distais (neurônios distais) alcançam maior número de pessoas que sofrem desses males. Contudo, não podemos associar IMAO com outros aontidepressivos. Tal associação parece também reduzir o sofrimento das pessoas com pensamentos obsessivos e comportamentos compulsivos. (Mas, como eu disse em outro artigo, estas são observações empíricas minhas – desconheço qualquer estudo controlado sobre o tema). Até mesmo crises de mania, na Psicose Maníaco Depressiva, podem ser suprimidas ou prevenidas com risperidona. A associação de drogas pode alcançar um maior número de locais com defeitos; contudo, ela frequentemente causa efeitos colaterais indesejáveis.

O uso de verbos no condicional neste artigo foi de propósito: estamos lidando com hipóteses. O espaço sináptico é tão pequeno que é impossível, com os instrumentos atuais, ter certeza, por exemplo, da diminuição de certo neurotransmissor. Por outro lado, a biologia molecular ainda não avançou o bastante para identificar defeitos nos neurônios proximais e distais. Com respeito a isso, avanços no conhecimento dos mecanismos de ação dos neurotransmissores, principalmente serotonina e noradrenalida, abrem caminho para a síntese de novas drogas.

Contudo, a prática clínica mostra que muitos antidepressivos são úteis para eliminar ou aliviar os sinais e sintomas da Ansiedade Social e da Timidez severa.

Junho, 2004

Atualizado em dezembro, 2005



OS MEDICAMENTOS SÓ DEVEM SER USADOS SOB SUPERVISÃO DE UM MÉDICO ESPECIALISTA PORQUE ALGUMAS ASSOCIAÇÕES SÃO TÓXICAS E ATÉ MESMO LETAIS. DEPENDENDO DO PRINCÍPIO ATIVO, PODE SER NECESSÁRIO ESPERAR VÁRIOS DIAS PARA COMEÇAR COM OUTRO, OU PODE SER NECESSÁRIO ALGUMA RESTRIÇÃO ALIMENTAR OU MESMO A RETIRADA DE MEDICAMENTOS USADOS PARA DIFERENTES PROBLEMAS DE SAÚDE. O AUTOR DESTE ARTIGO NÃO RECOMENDA NENHUM MEDICAMENTO EM PARTICULAR E NÃO REPRESENTA INTERESSE DE QUALQUER PESSOA OU LABORATÓRIO FARMACÊUTICO.

 


Enviar E-mail desta página

Por favor, leia "Demais Páginas" na Nota Legal antes de enviar o email ou de imprimir esta página.



Informação sobre Timidez e Transtorno da Ansiedade Social você encontra aqui!

 


Aquele filho de imigrante vencerá a timidez? Um drama comovente. Faça o seu pedido agora! Apenas R$19,95 com o frete já incluído neste preço. O livro eletrônico em pdf custa apenas R$3,55


Bíblia, Ciência, Criação vs Evolução, Projeto Inteligente
Drama místico em lavras de cristal: textos bíblicos, ciência, virtudes e ambição em uma história movimentadíssima. Faça o seu pedido agora! Apenas R$19,95 com o frete já incluído neste preço. O livro eletrônico em pdf custa apenas R$3,55


Capitu

No exílio imposto por Dom Casmurro a esperta adolescente Capitu manifesta-se e volta ao Brasil. O narrador, que foi investigar toda a história, acaba envolvido mais de cinquenta anos depois. Faça o seu pedido agora! Apenas R$19,95 com o frete já incluído neste preço. O livro eletrônico em pdf custa apenas R$3,55

timidez

Timidez e Fobia Social/Transtorno da Ansiedade Social: Artigos

timidez

Timidez e Fobia Social/Transtorno da Ansiedade Social: Artigos

Artigos Básicos:

Autoconceito/Auto-atualização – Núcleo da Timidez

Importância da Auto-imagem na Timidez

Timidez e Ansiedade Social: Abordagem Neurofisiológica

Artigos sobre Timidez:

O que é Timidez? Medo, Ansiedade, Angústia?

Perguntas e Respostas sobre Timidez

Histórias de Palmadas Maternas, Castigos Humilhantes na Escola: Exemplos de Causas da Timidez

Artigos sobre Fobia Social:

Fobia Social / Ansiedade Social: O Que É, Os Sintomas das Crises de Ansiedade

Ataques de Ansiedade Social: Incidência, Início, História, Evolução

Fobia Social/Ansiedade Social: Tratamento

Fobia Social: Diagnóstico Diferencial

Transtorno da Personalidade Esquiva

Atidepressivoas Tricíclicos - Efeitos Colaterais

Efeitos Colaterais dos Medicamentos e Diferenças no Metabolismo Individual

Efeitos Colaterais dos Medicamentos na Fobia Social e Diferenças Genéticas Individuais

Antidepressivos de Primeira Linha na Fobia Social - Efeitos Colaterais

Artigos sobre Fobia Social e Timidez:

Transtorno do Pânico, Timidez, Fobia Social

Porque a Auto-Ajuda não o Ajuda

Timidez e Ansiedade Social: Ação dos Medicamentos

Medicamentos na Fobia Social e Timidez: Efeitos Colaterais

Rubor na Rosto, Orelhas e Pescoço

Psicoses, Timidez e Fobia Social

Fobia Social Intermitente
Proprietário | Contato | Nota Legal  | Política
Copyright ©2004-2005, Timidez e Ansiedade Social Todos os direitos reservados reserved 
Mapa do Site  | Timidez e Fobia Social
A Otimizacao deste Site foi feita pelo autor.